SPA em Joinville: nossa experiência de uma expectativa frustrada

Olá, Gurias! Tudo certo com vocês? Comigo sim :) Idade nova chegou ontem por aqui, e hoje foi dia de desfrutar de um dos presentes: pacote de serviços de massoterapia e estética (SPA) que o marido descobriu navegando pela internet, há alguns dias. Parece perfeito e promete um final feliz, né? Mas já adianto que não foi nada disso - infelizmente. 

Como a tradição por aqui é compartilhar experiências (sejam boas ou não!) lá vamos nós para mais uma experiência vivida. 

SPA em Joinville: nossa experiência de uma expectativa frustrada clube hortus decepção frustrante

Quando o marido me falou sobre os detalhes da proposta do espaço e como tudo funcionava, achei o máximo. Afinal, nada melhor do que ter como parte da agenda de tarefas da semana, um dia de cuidados pessoais num SPA. Sonho de consumo, não é mesmo? 



Essa é a chamada para fazer parte do clube

A proposta da empresa é a venda de um pacote anual ou semestral, e com isso, passamos a fazer parte do "Clube Hortus SPA", o que nos dá a liberdade de escolher 4 entre os 20 serviços disponíveis para desfrutá-los ao longo de cada mês. Ou seja, toda semana, poderia escolher algo para fazer. 

Eis que antes de fechar os pacotes de serviços, de fato, resolvemos que seria uma boa ideia conhecer o local e experimentar um dos serviços, pelo menos. Infelizmente, o que era para ter sido um momento para relaxar, virou o contrário disso. Vamos aos pontos positivos e negativos da nossa experiência no Hortus Spa Joinville, no dia de hoje.

Pontos negativos - aspecto que poderiam melhorar

O ponto principal da nossa decepção foi estrutura física, já que as salas de atendimento para as sessões de massoterapia e osteopatia, não são fechadas com paredes, mas sim com cortinas. Logo, não tem acústica alguma.

  1. nem todos respeitam o fato de que deveriam ficar sem conversar para não atrapalhar quem está no espaço ao lado.
  2. as pessoas podem transitar com a roupa que bem entender, isso inclui um homem transitando de sunga - o que não nos agradou, mesmo sabendo que o Hortus Spa está dentro de um clube de atividades físicas da cidade, não acho respeitoso andar assim dentro do Spa;
  3. a anamnese (avaliação) é feita dentro do espaço de massagens já, o que acaba causando um desconforto, uma vez que o espaço é fechado por cortinas e todos escutamos o que cada um fala no espaço ao lado;
  4. as conversas que acontecem na recepção são escutadas de dentro do espaço onde recebemos as massagens. 

No nosso caso, tinha um senhor que passou a maior parte do momento de terapia dele reclamando da esposa, contando sobre a rotina de atividades físicas e por aí vai. Ele estava na "sala de cortina" ao lado do meu marido, e, diante da conversa incessante deste cliente, meu marido abandonou a massagem com menos de 10 minutos (teria duração de uma hora!) e ficou me aguardando na recepção; eu, que estava a duas salas depois desse senhor, escutei também, mas resolvi esperar mais um pouco, para ver se as coisas melhoravam. Infelizmente ele demorou para ficar quieto e aproveitar o momento. 

Quando parecia que tudo estaria em silêncio e eu finalmente poderia relaxar, começou a chegar mais gente na recepção e eu escutava tudo o que se passava por lá. Para completar, a sala de cortina logo ao lado da minha foi ocupada, e aí, escutei a avaliação da pessoa que estava ao meu lado. 

Em resumo, o maior problema deles é infraestrutura e regras do que pode ou não pode no lugar. 

Pontos positivos

O ponto positivo, vai para a massagem que estava muito bem feita. A terapeuta foi atenciosa e os produtos utilizados durante a massagem também eram de qualidade. O ambiente tinha um aroma leve e música ambiente. 

Vale ou não vale a pena fazer parte do Clube Hortus Spa Joinville

Para nós, que esperávamos ter um momento para relaxar e voltar à nossa rotina revigorados, não foi uma boa experiência. Na verdade, acabou sendo um momento de estresse. Não consigo nem colocar numa balança de quem aproveitou menos: eu que fiquei tentando relaxar ou ele que tomou a decisão certeira logo de cara, mas tinha que esperar sentado eu sair. 

Optamos por não adquirir o pacote e pagamos as duas massagens avulsas (inclusive a do meu marido que não fez por completo). Relatamos a nossa decepção e pontos de melhorias para a pessoa que nos atendeu (que por sinal é proprietária do local).

Realmente espero que melhore. A proposta de ter um lugar que vende diferentes serviços e que podemos escolher qual fazer cada vez que vamos, com um dia e horário fixo, é realmente muito legal. Pena que a execução ainda não está tão boa quanto parecia quando vimos no site e redes sociais. 

Neste momento, devido a infraestrutura e regras pouco claras para os transeuntes (saber que o senhor saiu pelo spa apenas com roupa de banho, me deixou muito chateada!) no meu ponto de vista, não vale a pena fazer parte do Clube Hortus Spa Joinville. 

Como vocês já sabem, gosto de compartilhar as experiências que vivo, indiferente de serem ou não patrocinadas, de serem positivas ou negativas. Sempre acho que pode ser, de alguma forma, um alerta/útil para alguém. Para mim, fica o aprendizado de continuar com a tradição de conhecer o lugar antes de comprar. E mais, de não ter vergonha de quando não gostar de algo ou não estiver feliz em algum lugar, não comprar, não ficar.

E você, conhece esse lugar? Ou conhece algum que oferece serviço semelhante? Como é a sua experiência? 

Bjinhos, Bjinhos, 

Ana Laura

0 comentários

Deixe o seu comentário aqui.