Aspirador robô, vale mesmo a pena? E como escolher um aspirador robô ideal?

Olá Gurias! Tudo certo com vocês? Comigo apesar do caos emocional, não estou me sentindo no direito de reclamar... final de ano chegando, novembro começou. A pandemia COVID-19 ainda está presente, apesar de quase esquecida pela grande maioria da população, já que muitos estão totalmente vacinados (aqui em casa nós tomaremos a segunda dose agora em novembro!) e os casos de óbito estão reduzindo (apesar de ainda estarem acontecendo. A propósito, há menos de um mês perdi mais um amigo, praticamente da minha idade. Isso ainda me choca e muito!) Vocês também ainda se sentem assim ou já está tudo certo e vida que segue?

comparativo aspirador robo vale a pena comprar como comprar o aspirador robo

Realmente vale a pena comprar um aspirador robô?

Há um pouco menos de um ano, compramos o Ropo, nosso aspirador robô. Aproveitamos a Black Friday. E, como esse evento está próximo e sei que muitas de vocês acabam aproveitando as promoções também, achei por bem fazer algumas considerações sobre a compra de um aspirador robô e as minhas "descobertas" ao longo deste primeiro ano com o aspirador robô limpando a casa para mim.

Realmente vale a pena comprar um aspirador robô? Vale a pena um robô que passa pano ou devo investir em um mais básico? 

Essas devem ser umas das perguntas que eu mais respondi ao longo deste ano com o Ropo. E a resposta é sempre a mesma: DEPENDE

  • Como é a sua rotina? (acredite, a sua rotina influencia no tipo de robô que te ajudará de fato) 
  • O que você espera do robô? Quais as suas necessidades?
  • O quanto está disposto a investir? 

Para mim, VALEU CADA CENTAVO investido. E outras amigas que converso, que também compraram um robô aspirador, relatam a mesma coisa. Mas nós temos uma rotina que combina com o robô que escolhemos e, eu acredito MUITO que esse é um ponto principal a ser avaliado antes de escolher em qual robô aspirador o investimento será feito. 

Como é a minha rotina com meu aspirador robô:

Programei ele coma Alexa, assim consigo agilizar ainda mais o processo. Mas como ele tem aplicativo e controle remoto, essa programação é só um extra. Aqui em casa, desde que o aspirador robô chegou, eu não passei mais aspirador manualmente nem pano. Ele é o responsável por isso. E sim, tenho percebido que faz o servido muito bem feito. 

A nossa rotina com o aspirador é: primeiro ele aspira a casa inteira. As vezes, ele acabo esquecendo alguma porta aberta e ele acaba aspirando até a grama sintética que tenho na sacada ahahhaha. Se estou com o dia programado para a "faxina", pela manhã deixo o ropo aspirando. Aí ele volta para a base, completa a bateria e, à tarde, coloco ele para passar pano bem úmido. Nos dias mais corridos, coloco ele para fazer uma limpeza mais rápida da casa e passar um pano mais rápido, assim economiza a bateria e não tem a necessidade de parar para recarregar. 

Em resumo, eu escolhi um robô que aspira e passa pano, e volta para a base de forma autônoma; como gosto das coisas mais conectadas possíveis, o nosso robô é conectado com diversos aplicativos, assim, posso dar o comando de iniciar os serviços praticamente de onde estiver, sem falar na opção de programá-lo para ter uma rotina fixa (limpar a casa todos os dias em determinados horários, por exemplo). 

O que eu preciso fazer para meu aspirador robô fazer o serviço dele?

Como nem tudo são flores, algumas coisas precisam ser feitas antes do robô começar o serviço dele e depois que ele termina também. 

1. Preparar o ambiente: 

Determinar as áreas que quero que o robô aspirador passe ou não. O aspirador robô Ropo Glass 3, que é o daqui de casa, não tem barreira virtual. Ou seja, eu preciso colocar a faixa de isolamento que vem com ele ou fechar as portas, isolar os espaços que não quero que ele passe. Se você quiser mais praticidade nesse quesito, opte por robôs com barreira virtual e identificação de espaços da casa, (praticamente todos os robôs da ABIR fazem isso - conheça os robôs dessa marca aqui. O Abir X8 é o mais completo neste quesito - similar o iRoomba 7 e bem mais em conta) assim poderá solicitar que ele limpe espaços específicos, como se fosse um jogo, ao invés de ficar cuidando como eu.

Nos dias que o foco é só manter a casa limpa, deixo as cadeiras em seu lugar, e o robô limpa a casa "só onde o padre passa' ahhahaah. Já nos dias que quero uma limpeza mais pesada, levanto tudo, como se eu fosse fazer faxina mesmo. O lado bom disso? É que embaixo da cama é dia de faxina sempre, porque ele SEMPRE entra hehe

2. Limpar o robô e suas partes

A limpeza do robô e seus acessórios é algo que não tem como fugir. Desde o robô mais simples até o mais equipado, que tem uma lixeira externa, como o iRoomba, nós humanos precisamos dedicar um tempo para a limpeza do aspirador robô. Aqui em casa acostumei a fazer antes da limpeza do robô começar, na segunda pela manhã. Assim, ele passa a semana limpando a casa com as vassouras sem uma parada minha para limpeza dele, e, na segunda, antes da faxina começar, limpo ele por completo. A única coisa que lavo imediatamente após ele terminar o serviço é o dispenser de água e o pano do mop que tem nele, para não ficar encardido hehe. E, se percebo que durante a semana tem muito cabelo (ou linhas, quando eu resolvo costurar hehe) aí dou uma limpada nas vassouras dele também. Além disso, se observo que a lixeira dele ficou com muito pó após a faxina, aproveito e já jogo a poeira fora.

O que você espera que o robô aspirador faça? Quais as suas necessidades?

Conhecer o ambiente para dar ordens ao robô

Conhecer os espaços por onde o robô passará e identificar o que esperamos que ele faça, bem como, o quanto de autonomia queremos que ele tenha, é imprescindível. Eis algumas perguntas que valem a pena você observar com atenção antes de comprar o robô:

  • Quer que ele limpe embaixo das cama? Observe a altura do vão das camas e demais móveis em relação ao chão antes de comprar o robô, do contrário, será sempre uma dor de cabeça. Aqui, escolhemos um que entra com tranquilidade embaixo da cama e deixa tudo sempre limpinho. Gosto dessa opção. 
  • Tem tapetes? Identifique se o tipo de robô que você está escolhendo tem um sistema de suspensão que consegue passar em cima dos tapetes e se o poder de sucção fará pelo menos uma limpeza leve. Assim não precisará ficar erguendo os tapetes cada vez que o robô for limpar a casa. 
  • Tem animal de estimação? Existem robôs dedicados para aspirar os pelos dos animais. Além disso, esteja atento ao lugar onde seus animais fazem as necessidades para que os robô não passe em cima. Em geral tem o nome "pet" no nome dos robôs que tem funções pensadas para quem tem animal de estimação.
  • Tem degraus ou rampas? Atente-se ao fato de que alguns robôs tem sensor de degrau e, por isso, não se jogam escada abaixo. A grande maioria dos robôs aspiradores tem essa função, mas vale a pena ficar atento, em especial à função de "subir níveis elevados/rampas", que dependendo da força e rodas do robô, ele não subirá e ficará parado em frente a um tapete, por exemplo.
  • Sua casa é grande ou pequena? Existem variações no tempo de duração da bateria e, ainda, como o robô se comporta quando termina a carga - os robôs de entrada, por exemplo, precisam ser levados até a base para recarregar, os intermediários, voltam para a base sozinhos e recarregam; os mais completos, não só voltam para  base recarregar, como também continuam o serviço de onde tinham parado após completar a bateria que tinha acabado. 
  • Sua casa tem muitos cantos aparentes? Se sim, é importante que seu robô tenha não só uma boa vassoura central, como boas vassouras laterais. São elas que farão a limpeza dos cantinhos. Ah, e nesse momento, se ele tem um sensor de distância, pode ser que o sensor influencie o quão perto ele chegará ou não da parede. Então, observe esse detalhe no manual do robô antes de comprá-lo. O sensor do ropo, por exemplo, é por impacto. Ou seja, ele encosta - de leve - nas coisas, para identificar que não pode ir além. 

Garantia, compra de peças avulsas para manutenção

E, por fim, alguns detalhes que acabamos esquecendo: a garantia e a compra de peças avulsas podem ser pontos decisivos e, ainda, influenciar no preço final do produto. Quando compramos o ropo, escolhemos a marca principalmente pela promessa de garantia e assistência técnica, bem como, a opção de compras de peças de reposição via próprio site da marca. Ah, e recentemente, pelo que pesquisamos, as do robô ABIR que tem à venda no Aliexpreess, parecem dar certo no nosso Ropo Glass 3 e custam MUITO menos. 

pecas abir robo aspirador reposicao

Tamanho da vassoura central, poder de sucção e compartimento de água

A vassoura central, assim como as vassouras laterais, influenciarão no quanto e como o aspirador limpará. Aqui optamos por um aspirador com um buraco central grande e com uma vassoura que parecem aquelas "feiticeiras" de antigamente.  O meu é o Ropo Glass 3, mas observei que outros como o ABIR e o Wap também tem essa abertura com vassoura central grande.  

vassoura central dos robos asprador wap, ropo glass 3 e abir x8



O poder de sucção é importante observar de acordo com a usa intenção com o aspirador:  se você quer que o aspirador aspire desde o pozinho até algo maior, pegue um mais potente. Aproveite para observar o ruído que faz. O meu, acho relativamente silencioso, não é algo que me incomode, mesmo quando estou em reuniões online; 
Já o tamanho dos compartimentos de água e pó, são importantes serem levados em conta ao comparamos: autonomia do robô, tamanho do imóvel que ele irá limpar e o quanto quero ter que parar no meio do processo para limpá-lo antes dele continuar o serviço. Cada marca detalha o que o quanto que o robô aspirador limpará com a carga de uma bateria x tamanho dos compartimentos de água e pó x a forma de limpeza escolhida. Aqui optamos um com compartimento grande e a promessa da marca em relação a essas comparações, se cumpre bem.
Mesmo depois de um ano limpando a casa apenas utilizando o ropo, ainda me assusto quando vejo que ele passa um pano super úmido em TODA a casa, utilizando menos de 300ml de água - enquanto eu usava dois baldes, (de 4 litros) cada vez que ia limpar  a casa.  

O quanto está disposto a investir?

Já deu para perceber - se você clicou nos links - que os preços variam bastante, né? Tem aspirador para todos os gostos. Desde os básicos, como o da Multilaser, na faixa de R$400,00 até os mais caros, como o iRoomba que chegam na casa dos R$7 mil. Aqui, compramos um intermediário e investimos menos de R$3 mil, em novembro do ano passado. Mas vale a pena observar o que é importante para você, antes de decidir qual irá comprar. Uma dica: responda às perguntas que coloquei no início da publicação e aí, identifique quais os aspiradores robô que têm as características que para você são indispensáveis. Só então comece a comparação de preços. E não, não abra mão de algo que indispensável, levando em conta apenas o preço. Vale a pena esperar e comprar o que realmente deseja/precisa, do contrário, a decepção será certeira. 


Bem, é isso! Para nós, a compra do robô aspirador tem valido a pena. Gosto do serviço dele e do quanto ganho tempo com ele limpando a casa para mim. Se tenho algum desejo? Sim, que a marca atualize o software e libere mais funções que são claras que o robô teria condições de cumprir, como por exemplo, o mapeamento por áreas específicas. Mas isso é pura frescura, então, continuo feliz com a nossa aquisição. 

E você, já tem um aspirador robô? Está pensando em comprar um? Quanto está imaginando investir? Compartilhe a sua experiência conosco! Poderá ser útil para outras pessoas também!

Bjinhos, bjinhos,
Ana Laura 

0 comentários

Deixe o seu comentário aqui.