Garantia de fábrica de produtos diversos: como acionar

 Bom dia, gurias! Tudo certo com vocês? Comigo sim. Ainda em meio a uma pandemia, com as pessoas aos poucos sendo vacinadas, trabalhando presencial e voltando (aos poucos) às atividades sociais. E por aí, também está assim? Em meio ao caos, me dei conta que nunca parei para contar por aqui sobre a minha experiência com garantias de produtos, que podem (e devem!) ser acionadas sempre que necessário. Aliás, eu parto da seguinte regra: comprei, tenho nota e está dentro do prazo de garantia (ou não!) por quê não entrar em contato com a marca e descobrir se tem uma solução para o meu problema.

garantia de fabrica de produtos diversos como acionar a garantia


Garantia de fábrica de produtos diversos que já acionei e como foi a experiência

A garantia mais recente que acionei foi da Logitech. Durante a pandemia, no início do ano passado, nos vimos obrigados a investir em um bom headset. O escolhido foi o H650e da Logitech (inclusive vi que tem aqui na Amazon). Sim, custou quase um rim (perto dos que tem nos camelôs por aí) mas valeu muito a pena. Eis que há uns dois meses, eu me enrosquei no fio durante o uso e ele simplesmente quebrou. Chorei, fiquei deprimida... se eu fosse a adulta e um filho meu tivesse quebrado, teria colocado de castigo... e por aí vai. Depois de uma hora nesse estado de depressão, lembrei que o "não eu já tinha" e que não custaria entrar em contato com a marca. Acessei o site oficial da Logitech, fiz login na minha conta, abri um chamado pelo "chat" mesmo e em menos de 15 dias de trâmites (fotos, nota fiscal e detalhamento do ocorrido; análise da marca e envio do produto) eis que recebemos um fone novo em casa, tal qual o que tínhamos antes! 

Essa foi só uma das minhas boas experiências. Mas já tive outras. A minha primeira foi com um tênis da ASICS que comprei para correr mas que com poucas caminhadas abriu um furo no bico. O processo foi super simples também, acionei a marca pelo site e em poucos dias, recebi um tênis novo, pois foi constatado defeito de fábrica. Mas também já tive retorno de um outro tênis, que constaram que foi uso mesmo e então, só me enviaram o tênis de volta. 

Quais as regras para acionar a garantia de um produto?

Para acionar a garantia, a grande maioria das marcas pede que esteja dentro do prazo especificado nas regras de cada uma (já acionei ASICS e Nike, na época, ambas eram um ano de garantia); a Nike solicitou que eu fosse à loja onde comprei aqui na cidade para que eles intermediassem o processo, enquanto que a ASICS fez todo o processo de forma virtual/e-mail e correios. 

Já acionei a garantia da Oster também, pois quebrou uma peça do meu mixer enquanto utilizava. Faziam poucos meses após a compra e a única coisa que eu esperava da marca é que me dissessem onde comprar a peça. Para a minha surpresa, me enviaram uma peça nova, sem questionar e, novamente, sem custos algum. 

E quando o prazo de garantia já acabou, vale a pena tentar acionar?

Tive uma experiência de produto fora do prazo de garantia que me surpreendeu muito. Aliás, foi o único que acionei fora do prazo até hoje: que foi com a minha cafeteira Três Corações. Já tem anos que compramos a cafeteira e sigo encantada com ela. Eis que no ano passado, percebi que não estava tão potente como já fora em outras épocas. Pensei, não custa nada perguntar, vai que tem pelo menos uma assistência técnica. Nesse meio tempo, enquanto esperava a resposta da marca, uma amiga que tem a cafeteria na empresa, relatou que cinco anos após a compra da dela, tinha conseguido assistência sem custo algum. Não quis me empolgar muito, pois pensei que isso seria algo destinado a pessoas jurídicas. Eis que para a minha boa surpresa, a Três Corações mandou um código para eu enviar a cafeteria para a fábrica e fizeram uma checkup tipo revisão de carro hehehe voltou novinha. E não. não tive custo algum. Eis uma marca que me fidelizou, obvio! Assistência técnica após anos de uso e fora do prazo previsto pela garantia legal? Não estamos acostumados com isso, não é mesmo?! 

O que precisa ter em mãos para acionar a garantia de produtos

Como já era de se esperar, tudo tem regras! Então, eis a listinha das coisas que percebi que é "padrão" para acionar a garantia:

  • nota fiscal do produto (algumas marcas exigem que esteja no próprio nome, outras não);
  • identificação pessoal;
  • registro no site oficial da marca/cadastro rápido ao fazer o contato (algumas tem área específica para acionar o atendimento de garantia dentro do site, outras, basta entrar em contato via SAC);
  • registro (fotos) do produto;
  • relato/reclamação/descrição do problema (eu gosto de ser detalhista - datas de aquisição, como era, como está, o que foi prometido, como usei... Nunca invento nada. Se for para entrar para a garantia, entrou. Se não, vida que segue!);


Acionar a garantia é um direito não uma vergonha

Ah, e vale dizer que a garantia é um direito do consumidor e não é a mesma coisa que "arrependimento de compra via internet, combinado? A Garantia é algo que temos direito indiferente de como foi realizada a compra!

Por aqui, sou a rainha de guardas as notas fiscais e ficar de olho no desempenho do produto, em especial se está no prazo da garantia. Inclusive do carro! E sim, eis outro produto que acionamos a garantia também. Aliás, a lista de 0800 por aqui não é das pequenas (televisão, havaianas, celular, produto de limpeza, carro, tênis e mais tênis, roupas, suco...) Comprei e não está de acordo com o esperado, já entro em contato. Até iogurte e pães já entraram para essa lista!

E você, tem boas experiências com acionamento de garantia de produtos ou é do time que nem lembra que isso existe? Acho que a coisa mais bizarra que já acionei a garantia foi a do iogurte, que o lacre não estava seguindo o padrão de qualidade dos demais e acabava vazando quando agitava hehehe

Bjinhos, bjinhos,

Ana Laura 


Como participante do Programa de Associados da Amazon, sou remunerada pelas compras qualificadas efetuadas!

0 comentários

Deixe o seu comentário aqui.