Cortando o cabelo em 3,2,1

Olá, Gurias! Tudo em ordem com vocês? Comigo sim...

Ontem coloquei em prática algo que estava querendo fazer há alguns dias: cortar o cabelo. Em outubro do ano passado, quando fui a Londrina/PR para um congresso, estava com meu cabelo na cintura, mas como ele é muiiiito fino, não estava mais gostando dele tão comprido. Apesar de ser natural, ele não estava com todo o vigor e balanço que eu queria, além disso, vivia preso. Eis que fui com minha amiga ao salão dela, e cortei na altura do ombro, lembram-se? Postei foto no instagram - aqui ó!!


Agora, alguns meses depois, eis que meu cabelo já estava bem abaixo da altura dos seios. Cansada dele vê-lo preso e sem balanço, lá fui eu passar a tesoura nele novamente. Como aqui em Joinville eu ainda não tinha feito nenhuma mudança no cabelo, estava sem cabeleireiro para chamar de meu.

Indicação aqui e acolá, eis que aceitei a sugestão do marido: Studio 21 Hair (ele é cliente e amigo dos donos do Studio 21 dos meninos, e há tempos vem dizendo para eu ir no das meninas). Lá fui eu! A cabeleireira indicada foi a Néia. E não é que ela arrasou nos cuidados com minhas madeixas? Sem falar que não ficou torrando a minha paciência para mudar a cor (eu sempre digo aos profissionais que quero continuar com meu cabelo natural, pois já tive ele com química por mais de 10 anos, no entanto, eles sempre querem que eu faça algo diferente. E sim, isso me irrita!). 

Eis que dessa vez cortei ainda mais curto do que da vez passada. A única coisa que eu tinha em mente era: cortarei na altura do ombro (ou um pouco menos), farei uma franja na altura dos lábios e quero um cabelo com balanço... 

Eis que ficou assim: um corte reto, com ponta levemente mais comprida na parte da frente. Nas pontas do cabelo que está cortado reto, a Néia deu ainda umas "tesouradinhas mágicas" para dar o balanço que eu tanto queria... eu diria (pelo que li sobre as descrições de tipos de cortes de cabelo) que é uma mistura de alguns tipos de cortes que temos escutado por aí: "long bob, "blunt cut" "a-line" 
A-line: A base reta é sua principal característica e, por esse motivo, não é indicado para todos os tipos de fios.
Long bob: O comprimento é um pouco abaixo dos ombros e as pontas são assimétricas e mais alongadas que a parte de trás das madeixas
Blunt cut: modelo que é feito reto e na altura dos ombros, sem camadas ou pontas desfiadas  (saiba mais)

Como meus cabelos estão saudáveis, não tive problema algum com essa mistura de corte escolhido. O resultado ficou espetacular: cabelo com balanço e ainda mais vida!

Ele continua naturalmente enrolado, em especial nos dias úmidos.

Chácara Theodomiro Augusta
Continuo apaixonada por ele mesmo depois de tê-lo lavado (e tirado o "efeito salão") e acordado com ele natural, ter usado a escova giratória que com secador... enfim, estou gostando tanto dele quanto estava quando cortei e sai do salão. E eis que agora tenho uma cabeleireira para chamar de minha, aqui em Joinville!

Ao sair na rua e sentir o vento no rosto, comentei com o meu marido: voltei a me sentir um lhasa apso colocando a cabeça para fora do carro rsrsr (adoro fazer isso - ficar sentindo o vento no roso!!!) 


E vocês, como está a juba? Mudaram ultimamente? Também são chatas na escolha do profissional que cuida dos cabelos? Aos poucos vocês verão mais registros desse novo visual! Farei uns cliques com ele escovado para vocês terem uma ideia de como fica...

P.s.: esse post não é um publipost (texto pago), apesar de ter citado o nome do local onde fiz o meu cabelo! Todo publipost é sinalizado, assim como deve ser! 
Bjinhos, bjinhos,
Ana Laura

2 comentários

  1. Delícia essa sensação, né, Ana?! Lembra do meu cabelão na Espanha? Ano passado, poucos dias antes de descobrir que estava grávida passei a tesoura, também. Acima do ombro. E desde então uso neste comprimento ( agora está maior é sem corte, pois desde que as gurias nasceram não cortei mais). Mudar é bom demais. Reanima!
    PS: teu cabelo ficou lindo. Já tinha percebido na foto do face, do niver do Fã. Bj

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Nossa, delícia mesmo! Lembro quando você cortou o seu e lembro que amei quando te vi. Nunca imaginei que eu fosse voltar a ter cabelo acima dos ombros, mas estou amando. Ainda quero cortá-lo bemmmm curtinho, mas essa é uma meta para fazer aos 40 anos rsrs. Estou amando ele nesse tamanho, pois mesmo quando começa a crescer um pouco, ainda fica lindo (que é a fase que está o seu agora, sem corte mas ainda fica legal!) :)
      bjs

      Excluir

Deixe o seu comentário aqui.