quinta-feira, 16 de março de 2017

Microfisioterapia: saiba se é indicada para você!

Você já ouviu falar em Microfisioterapia?

É uma terapia manual, criada na França. Através de micropalpações o fisioterapeuta busca identificar memórias celulares que ficam armazenadas em nossos tecidos, ou seja, os nossos sentimentos e emoções vividos desde o período da pré-concepção até a fase de vida atual.

A microfisioterapia olha o paciente como um todo, acredita que esses sentimentos e emoções vividas podem estar relacionados com as dores, doenças e comportamentos que as pessoas vem apresentando. Então, uma vez liberado esses sentimentos e emoções vividos ao longo da vida, podemos melhorar os sintomas que a pessoa apresenta nos dias atuais.

A pegunta é: para quem é indicada a microfisioterapia?
As indicações da microfisioterapia é para qualquer pessoa de qualquer idade (recém nascidos, jovens, adultos, idosos, portadores de necessidades especiais e gestantes). E em relação aos problemas que podem ser tratados, são diversos! 

Eis alguns dos problemas mais frequentes que são tratados com a MIcrofisioterapia...
  • Alergias em geral;
  • Enxaquecas;
  • Depressão;
  • Disturbios do sono;
  • Disturbios hormonais;
  • Síndromes do pânico;
  • Alteração no funcionamento dos órgãos (constipação, azia, etc.);
  • Traumas emocionais (perdas, abandonos, separeções, etc.);
  • Dores físicas (lombalgias, ciatalgias, cervicalgias, etc.);
  • Traumas físicos (lombalgias, ciatalgias, cervicalgias, etc.);
  • Ansiedade;
  • Fobias/Medos;
  • Problemas escolares;
  • Falta de atenção e concentração;
  • Hiperatividade;
  • Agressividade;
  • Problemas urogenitais;
  • Prevenção de doenças;
O numero de sessões vai depender da necessidade de cada paciente, sendo que o intervalo entre uma sessão e outro deve ser de 30 à 45 dias.
Esta técnica tem por objetivo melhorar, restaurar e estimular a cura de dentro para fora no paciente.

Procure um profissional especializado na área e sinta o benefício!

Muito grata e ótima semana a todos.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Deixe o seu comentário aqui.

testando