7 Dicas para cuidar da pele no Outono e Inverno

Olá, gurias! Tudo em ordem com vocês? Comigo sim...

Há alguns dias recebi um release da Tree Comunicação que achei interessante compartilhar com vocês: são dicas que a dermatologista do Complexo Hospitalar Edmundo Vasconcelos, Márcia Grieco, deu sobre cuidados com a pele no outono e inverno. São dicas rotineira e bem fáceis de se fazer. Algumas certamente todos já sabemos, mas nunca é demais reforçar, não é mesmo?


Então, bora conferir a entrevista e as dicas da Drª Márcia Grieco! 

Durante o outono e inverno, o vento frio e a falta de humidade podem ser nocivos à pele. Em razão disso, alguns cuidados são essenciais para mantê-la macia e saudável, evitando problemas futuros. A dica é da dermatologista do Complexo Hospitalar Edmundo Vasconcelos, Márcia Grieco. “Alguns quadros podem ser discretos e, às vezes, muito graves com infecções secundárias por bactérias, devido à coceira e às lesões na pele.”

Os ferimentos podem ocorrer em consequência da desidratação e abuso de banhos muito quentes e demorados, que deixam a pele mais sensível. “Nessas ocasiões, o uso de buchas, esponjas, esfoliantes ou excesso de sabonete danificam o manto lipídico do nosso tegumento, que é uma barreira de gordura natural que não deixa a pele ressecar, perder água e ainda oferece uma flora benigna que protege contra infecções.”
Uma das doenças decorrentes desse quadro são os eczemas: a pele fica extremamente ressecada e com áreas de vermelhidão e aspereza, sobretudo nos braços, pernas, e abdômen. É quando ocorrem as coceiras e a irritação. “As crianças, com pele mais delicada, muitas vezes, também apresentam a que denominamos de dermatite atópica (erupções que coçam e apresentam crostas), que surgem em áreas de dobras: cotovelos, joelhos e pescoço.” Há ainda a vermelhidão e o ressecamento das bochechas e coceira nos olhos.
Outras doenças como psoríase, caracterizada pela presença de placas vermelhas com descamação na pele e no couro cabeludo, a dermatite seborreica, conhecida por caspa, também ganham destaque nessa lista.


Para evitar todas essas condições indesejadas, confira as "7 Dicas para Cuidar da Pele no Outono e Inverno":
  1. Evite banhos muitos quentes e demorados; 
  2. Não use buchas, esponjas nem esfoliantes durante o banho; 
  3. Não tome banho de banheira e evite prolongar o tempo em baixo da água quente 
  4. Hidrate bem a pele após o banho. “Há várias substâncias como ureia, ceramidas e lactato de amônio, entre outras, que são higroscópicas e devolvem maciez e proteção a barreia lipídica.” Em casos de eczemas, o uso de cremes com corticoides e anti-histamínicos (antialérgicos) devem ser considerados para aliviar a coceira, além de outros tratamentos específicos; 
  5. Evite o uso de cremes ou loção com corantes ou perfumes; 
  6. Use sempre sabonete neutro; 
  7. Se possível, opte por usar roupas de algodão.

Sim, eu sei que seguir à risca essas dicas são terríveis. Para mim, a pior é não tomar banho quente... amo a água quente caindo sob o corpo e se pudesse, ficaria horas embaixo dela rsrsr Já a hidratação, depois que descobri os hidratantes de banho (como comentei aqui), deixou de ser um problema.

E vocês, quais são as dicas que têm para encarar o outono/inverno de frente, sem ficar com a pele envelhecida ou machucada? 


Depois de hoje, não quero saber de ninguém resmungando que está com a pele horrível, sem saber o que fazer, ok? 

Bjinhos, bjinhos,
Ana Laura

PS.: esse material foi um release (editado) enviado pela agência de comunicação Tree, sem custos. Para maiores informações, eis os dados - para a imprensa - da agência.
Informações para a imprensa:
TREE COMUNICAÇÃO
(11) 3093-3618 / 3093-3605
Inês Castelo - ines@tree.inf.br
Diego Palmieri - diego.palmieri@tree.inf.br

0 comentários

Deixe o seu comentário aqui.