Os delírios de consumo de Becky Bloom

Os Delirios de Consumo de Becky BloomISBN: 8501059544
Autor (a): Sophie Kinsella
Tradução:  Eliane Fraga
Número de páginas: 432
Ano: 2010

Editora: Record
Pontuação: ♥ ♥


Sinopse do Skoob: Os Delírios de Consumo de Becky Bloom é o primeiro romance da inglesa Sophie Kinsella. É a história de uma jornalista financeira que durante o dia, ensina às pessoas como administrar seu dinheiro e no fim-de-semana, transforma-se em uma consumidora compulsiva, fugindo do gerente do seu banco e com muitas dívidas. Rebecca Bloom não resiste uma liquidação! Quanto mais inútil, melhor! Para ela, o mundo todo enxerga os detalhes da alça de seu sutiã, combinando com as cores de seus sapatos. Mas seu salário nunca é suficiente para pagar suas extravagâncias. Endividada até a alma, Rebecca, ou Becky, vive fugindo do seu gerente de banco e procurando fórmulas mirabolantes para pagar a fatura do cartão de crédito. Os Delírios de Consumo de Becky Bloom é um pouco da história de todas as pessoas para as quais comprar é quase uma terapia, a resposta para todos os problemas, mesmo criando outros piores ainda. Entre eles, inventar a próxima desculpa para o gerente do banco: - "Meu pé quebrou! Você não recebeu meu cheque? Meu cachorro morreu!", são alguns dos argumentos usados por Becky para enrolar seu gerente Derek Smeath. Mas a personagem de Sophie Kinsella não é apenas uma ´´material girl´´ que só pensa em dinheiro e futilidades. Rebecca é sensível, carinhosa e extremamente otimista. Com essas qualidades, ela vai fazer de tudo para resolver seu problema. Primeiro, tenta reduzir seus gastos a zero, o que logicamente, não funciona. Diante disso, ela resolve que precisa ganhar mais dinheiro, mesmo sabendo que seu emprego está ameaçado. Nos delírios de consumo de Becky, todos os seus problemas se resolveriam de imediato ao ganhar na loteria, ou se um completo estranho pagasse sua conta do Visa - por engano, claro. Como se não bastasse, em meio a tanta confusão, Becky ainda arruma tempo para se apaixonar pelo sedutor - e expert em finanças - Luke Brandon. Os Delírios de Consumo de Becky Bloom é um divertido romance, que retrata com perfeição grande parte das mulheres que conhecemos.

Meus pareceres...

É um daqueles livros para se ler quando está sem pretensão alguma. Ou seja: uma leitura leve, relaxante e responsável por muitas risadas. 
A diagramação do livro, para quem gosta de "diários" e e-mail, é simplesmente perfeita. Confesso que a meu ver poderia ter sido um pouco mais sucinto. No início o livro é divertido, no entanto, por volta da página 40 eu fiquei relativamente entediada, pois já sabia o que aconteceria nas próximas páginas. Ou seja, a história fica um bom tempo meio enrolada e repetitiva. Mas, algumas páginas depois (lá pela p. 300 rsrs) o cenário muda e a história volta a ficar cativante, pois os fatos começam a ficar um pouco menos previsíveis. 

Apesar de ser um livro sem grandes pensamentos profundos e que acredito que homem algum teria paciência para lê-lo, é um daqueles para ler deitada no sofá, acompanhada de um delicioso capuccino e muitas barras de chocolate. Ah, e com muitos post-it e canetas marca texto, já que a cada pouco a Becky solta uma nova desculpa para fazer uma compra rsrs. Infelizmente, o livro que li é emprestado e não pude desfrutá-lo assim. Mas certamente acabarei comprando um só para fazer as demarcações de frases legais rsrs

Eis algumas das citações que gostei e copiei!

"Até hoje, se comprar algo numa loja que não esteja tão na moda, corto a etiqueta fora."

"Procuro me convencer que comprar coisa barata é, na verdade, uma falsa economia."

"É muito melhor gastar um pouco e fazer uma boa compra que dure a vida toda."

"A vida seria muito mais fácil se pudéssemos rebobinar e apagar as conversas, como num videocassete."
"Ninguém jamais cortaria um pimentão vermelho em pedaços tão pequenos, cortaria? As pessoas têm coisas mais importantes a fazer."

"Os comerciantes de café estão depenando você com o que é pouco mais do que água quente e plástico."

"Adoro pontos de vantagem. Eles não são uma invenção maravilhosa? Se você gasta o suficiente, pode conseguir prêmios muito bons, como uma bela diária num hotel."

Boa leitura,
até a próxima parada, 
Ana Laura
***post publicado originalmente em Um cantinho para expressar por Ana Laura Queiroz***

0 comentários

Deixe o seu comentário aqui.