domingo, 6 de janeiro de 2013

Recontando Machado

ISBN: 9788501078902
Autor (a): Luiz Antonio Aguiar
Tradução: ----
Número de páginas: 414Ano: 2008
R$ 57,90
Editora: Record
Pontuação: ♥ ♥


Sinopse do Skoob: O centenário da morte de Machado de Assis tem atraído a atenção tanto da mídia quanto do público leitor. Reunidos por Luís Antonio Aguiar, um dos maiores especialistas na obra machadiana, doze autores contemporâneos e altamente representativos encaram o desafio de fazer um novo conto a partir de contos clássicos de Machado de Assis. O livro terá os textos originais de Machado, além dos trabalhos de ficção de autores como Alberto Mussa, Miguel Sanches Neto, Cintia Moscovich, Cristovão Tezza e Mario Sabino, entre outros.

Meus pareceres: Uma brilhante ideia! Sim, essa é a síntese do meu sentimento ao ler e reler essa obra. Ter num mesmo livro escritores renomados recontando um mestre como Machado de Assis, é sensacional. 

A forma como os contos são apresentados (intercalando o original com a nova versão) dá espaço para que aquele leitor que não conhece o original venha a conhecê-lo e para aquele que já conhece, tenha o prazer de revê-lo e compará-lo com o "recontando". Confesso que quando eu li e reli, ficava num vai e vem "eletrizante" rsrsrs, não queria perder nenhum detalhe da grande "paródia"

Outro aspecto intensificadoramente positivo, é o fato de que por serem diferentes escritores recontando, encontramos num mesmo livro, formas diferentes de expressar aquilo que um dia já foi dito.  O que deixa de fato o livro muito mais interessante, pois, por exemplo, apesar de eu já ser fã de carteirinha de muitos dos autores dessa obra, é fascinante conhecer e comparar outros - que quem sabe se não fosse assim eu não os leria - ao mesmo tempo.

A linguagem então, é variável de acordo com quem escreve. Cada escritor trouxe para o Recontando Machado a sua identidade de produção literária. Ficando assim, uma misturinha bem brasileira.

Em resumo: amei, amei, amei. Meus alunos adolescentes  não tanto. Disseram que é chato e muitos criticaram o fato de que o escritor que reconta o original, nem sempre deixa claro que está "recontando". No entanto, tive também outros (raros alunos) que adoraram e leram/debateram! Enfim, é de fato uma obra "a la Machado"- em que uns odeiam e outros amam.  

Boa leitura,
até a próxima parada,
Ana Laura
***post publicado originalmente em Um cantinho para expressar por Ana Laura Queiroz***

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Deixe o seu comentário aqui.

testando