Dove - natural care - Minerais do Mar Morto

Oi amadas!!!

Como estava viajando e meu querido smarth resolveu morrer, acabei ficando off uns dias. Confesso que morri de saudades e, como estava desconectada, aproveitei para fazer testes e mais testes e assim ter muiiitas ideias para postar ;)



E como prometido na semana passada, bora falar sobre o antitranspirante Dove - Minerais do Mar 
Morto. 

Promessa da empresa: "O novo antitranspirante Dove Natural Care Aerosol combina a suavidade do hidratante com componentes naturais, proporcionando cuidado especial à pele das axilas.O Dove Natural Care contém 1/4 de creme hidratante e minerais do Mar Morto, que são famosos por suas propriedades terapêuticas, de relaxamento e de suavizar e recompor os danos da pele. Descubra o poder hidratante dos minerais do Mar Morto e tenha axilas mais lindas em apenas 7 dias."

Meus pareceres: como uso antitranspirante sem perfume, fiquei relativamente receosa - aquele medinho básico de ficar um "carnaval de odores". E, para minha felicidade, o "perfume" dessa linha é bastante suave e não "prejudica" os demais odores rsrsr. Quanto a promessa de manter as axilas hidratadas, não há dúvidas. De fato senti minhas axilas mega hidratadas (mesmo depilando-as quase que diariamente!). Outro aspecto que cuido muito, é o tempo de proteção. A marca promete 48h. é lógico que não dou conta de ficar 48h sem banho para testá-la... e nem o faria. Pois com menos de 24 (bemmm menos) sinto que minha transpiração começa a dar sinal de vida. Diria que a durabilidade do produto, sem sentir nem mesmo o seu odor é de aproximadamente 12 horas... levando-se em conta que moro num lugar quente e não paro quieta... rsrsr (fatores importantes né amadas?!) Em relação ao custo, não achei dos mais atraentes - ele está com valor médio acima de seus similares (paguei 11 dinheirinhos, no produto em spray). 

Bem amadas, em linhas gerais, é um produto que cumpre com praticamente tudo o que promete.
E vocês, já experimentaram esse produto? O que acharam?

Beijinhos, beijinhos
Ana Laura

0 comentários

Deixe o seu comentário aqui.